Aguarde, carregando...

Bancos estendem pausa nos financiamentos habitacionais para até seis meses

Bancos estendem pausa nos financiamentos habitacionais para até seis meses
Rodrigo Brito
Por: Rodrigo Brito
Dia 18/07/2020 10h36

Neste semana, a Caixa divulgou que deve ampliar o prazo de pausa no pagamento das prestações dos financiamentos habitacionais, para que a suspensão passe a valer por seis meses. Outros bancos também se mobilizaram para estender o benefício concedido durante a pandemia.

Por Letycia Cardoso via Extra

Neste semana, a Caixa divulgou que deve ampliar o prazo de pausa no pagamento das prestações dos financiamentos habitacionais, para que a suspensão passe a valer por seis meses. Outros bancos também se mobilizaram para estender o benefício concedido durante a pandemia.

Desde meados de abril, clientes do Itaú Unibanco podem optar pela prorrogação de parcelas de empréstimos e financiamentos em até 120 dias, no caso de pessoas físicas, e em até 180 dias, para pequenas e médias empresas. Antes, a pausa permitida era de, no máximo, 60 dias.

As condições são válidas para clientes que estiverem em dia e, durante o período, será mantida a mesma taxa de juros contratada, sem a cobrança de multa ou tarifas adicionais. Mais de 600 mil contratos de clientes pessoa física e pequenas e médias empresas do Itaú Unibanco, cujo saldo total supera R$20 bilhões, já foram prorrogados, desde março, pelo período de dois meses. A adesão ao novo prazo pode ser feita utilizando os canais digitais e o contato com os gerentes, sem a necessidade de se deslocar até as agências físicas.

O Bradesco também colocou à disposição de seus clientes a possibilidade de prorrogação de parcelas de empréstimos, incluindo imobiliário, por 120 dias. O benefício anunciado primeiramente era de apenas 60 dias.

Já o Banco do Brasil, que havia possibilitado a repactuação de duas parcelas, oferece agora a possibilidade de renegociar as próximas quatro. Dessa forma, o cliente já tenha feito anteriormente a prorrogação poderá contar com uma pausa equivalente a seis meses. As informações de como ter acesso ao novo prazo estão disponíveis pelo site: bb.com.br/imoveis

Com mais de 55 mil contratos prorrogados desde o início da quarentena, o Santander optou por não aumentar o prazo de pausa no pagamento dos financiamentos. No entanto, o banco afirma que analisa as demandas dos clientes.

 

Veja também:

Confira mais artigos relacionados e obtenha ainda mais dicas de controle para suas contas.

Este website utiliza cookies próprios e de terceiros a fim de personalizar o conteúdo, melhorar a experiência do usuário, fornecer funções de mídias sociais e analisar o tráfego. Para continuar navegando você deve concordar com nossa Política de Privacidade

Sim, eu aceito. Não, eu não aceito.